sexta-feira, 27 de agosto de 2010

ÁRVORES

O sol nas árvores
Verde brilho
Por baixo, a sombra

O vento nas folhas
Verde leveza
No ouvido, o canto

Mangueiras em flor
Verde cheiro
No chão, pétalas

Um comentário:

Darlan Machado disse...

poemas bobos, que vêm da alma e só falam verdades =]